quarta-feira, 24 de julho de 2013

Sobre a remodelação

A nomeação de Rui Machete para o Governo «denota uma certa podridão dos hábitos políticos» e, obviamente, não surpreende, apesar de o nome ter surgido de repente quando se falava de outro que, se se tivesse confirmado, também denotaria uma certa podridão. Quanto a António Pires de Lima, poderia ter evitado as palavras hipócritas de simpatia para com Álvaro Santos Pereira. Já a tomada de posse de Paulo Portas, nem vale a pena comentar.

Sem comentários:

Enviar um comentário