segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Todas as estrelas


Em busca

Quase toda a manhã. Um dos bosques da família. Em busca da sebe maior da casa. Duas pequenas centopeias agarram-se às raízes do folhadeiro, parecendo não querer deixá-lo sair do bosque. Como se não tivessem folhadeiro suficiente por lá... Não largam. Vêm comigo, e nem as mãos me cobiçam para umas picadas quase de cócegas. As duas, rainhas das raízes. Imagino que ficarão a conhecer a sebe. Passado um tempo. A sebe enorme. Elas também enormes. Terei de contar com elas nessa altura.











sábado, 26 de dezembro de 2015

Despertares

Um velho monstro sonolento pode finalmente despertar, agora rejuvenescido. A minha prenda de Natal para ele, por estes dias. Não foi, é claro, o único contemplado aqui na amazónia portuguesa.



sábado, 5 de dezembro de 2015

sábado, 14 de novembro de 2015

Dia 14


Quase a bater a meia-noite. Quase duzentos quilómetros batidos. Pelo dono. O gato branco dos milagres esperava-o mais os livros. Um pouco indiferentes, gato e livros. Não foi a pior indiferença do dia. Sexta-feira, 13. Já passou.

domingo, 14 de junho de 2015

Feira do livro



 

Feira do Livro de Lisboa, 13.06.15

Pela tarde fora


Vai pela minha mão,  e é pela tarde fora. O mais pequenino dos meus quatro filhos, de dois anos. Foto inventada pelo mais velho, de dez. Somando as quatro idades dá um número ainda assim inferior a todo o percurso que tenho vindo a fazer, mesmo que sorrateiramente me meta a subtrair alguma coisa do que já vivi. O tempo passa.

domingo, 7 de junho de 2015

Alenquer, esta tarde

O livro «O Meu Ídolo Sporting», esta tarde, por terras de Alenquer, no almoço sportinguista local.

 
 
 

No mosteiro


Batalha, ontem. Antes da noite às escuras pelo interior do mosteiro. Duas dezenas de escritores em busca de uma história.

quinta-feira, 4 de junho de 2015

Talvez tu


Talvez tenhas sido tu, Jesus. Sim, tu, o da Amadora. Agora que finalmente chegaste, talvez tenhas sido tu a dar o último empurrão para que o livro também chegasse, à feira. Tu, com a tua força, com a tua mestria (que muitas vezes é apelidada de táctica), até – arrisco – com as tuas palavras que nem toda a gente consegue alcançar.


«O Meu Ídolo Sporting», ed. TopBooks, Feira do Livro de Lisboa, stands B27-B29